Blog

Pesquisa produz biscoitos à base de frutos amazônicos ricos em vitamina A e fibras

O buriti, o tucumã e a pupunha, frutos da região amazônica, ganharam uma nova alternativa de consumo na versão de biscoitos, é o que constata uma pesquisa apoiada pelo Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). Os produtos ricos em vitaminas A e fibras fazem parte do estudo “Elaboração de biscoitos com frutos amazônicos”, que está em andamento, amparado pelo Programa Estratégico de Desenvolvimento do Setor Primário Amazonense (Prospam/Fapeam).

Segundo a coordenadora do estudo, a pesquisadora do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), Lúcia Schuch Boeira, os frutos são conhecidos pelo alto teor de betacaroteno (pró-vitamina A). Além de desenvolver o processo de elaboração do produto, a pesquisa também analisa a estabilidade dos compostos bioativos durante o processo para fornecer informações científicas fundamentais para, posteriormente, transferência da tecnologia e implantação nas agroindústrias.

“Os resultados obtidos até o momento demonstraram que ocorre perda de betacaroteno, porém a quantidade encontrada nos biscoitos, ainda é elevada, considerado rico em provitaminas A”, afirma a coordenadora.

Doutora em Alimentos, Lúcia destaca que a produção dos biscoitos é viável em relação ao recurso financeiro e à infraestrutura, podendo ser fabricados em pequena, média e grande escala, assim como se embalados adequadamente podem ser transportados e comercializados à temperatura ambiente, um produto alimentício que agrega tecnologia aos frutos regionais e apresenta grande potencial para fomentar a agroindústria local.

“Vejo que seria uma alternativa de emprego e renda no interior do Amazonas, principalmente em municípios onde os frutos são abundantes. Além dos compostos nutricionais e minerais, os frutos são ricos em fibra e betacaroteno (Provitamina A)”, disse Lúcia.

A pesquisadora destacou ainda que o betacaroteno é destruído em alta temperatura, porém no caso da pesquisa para a produção de biscoitos de tucumã, buriti e pupunha, mudanças foram realizadas no processo de produção e os biscoitos apresentaram alto teor de betacaroteno, podendo ser considerados alimentos funcionais por serem ricos em provitamina A, fibras e proteínas.

Fonte: (DECON/FAPEAM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *