Blog

Hidrogênio verde: entenda como o combustível do futuro é produzido

Hidrogênio verde é produzido através de um modelo de extração que utiliza a água como fonte para a matriz energética

O Rio Igaraçu, afluente do rio Parnaíba, no norte do Piauí, será a principal fonte de água para o complexo que iniciará a produção de hidrogênio verde no estado. O hidrogênio verde é produzido através de um modelo de extração que utiliza a água como fonte para a matriz energética.

O processo de produção ocorre na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) em Parnaíba, onde uma central industrial recebe a água do Rio Igaraçu. O Núcleo de Formação e Pesquisas em Energias Renováveis (NUFPERPI) da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) realiza pesquisas sobre essa matriz energética, explorando a obtenção de hidrogênio verde a partir de mananciais do estado.

O método envolve a utilização de um reservatório com placas, onde a água é submetida a uma corrente elétrica de alta intensidade. Essa eletrólise, um processo eletroquímico, separa os elementos que compõem a água, liberando hidrogênio e oxigênio em eletrodos diferentes, que podem ser capturados e armazenados.

O pesquisador Bruno Vasconcelos do NUFPERPI destaca que a energia utilizada para quebrar as moléculas da água é gerada por fontes limpas, como vento ou sol. O hidrogênio resultante pode ser armazenado e aplicado em diversos setores, como indústria, mobilidade leve ou pesada, podendo ser utilizado como combustível. Além disso, o hidrogênio pode ser convertido em outros produtos, como metanol ou amônia, para exportação.

O coordenador Juan de Aguiar, do Núcleo de Estudos em Energias Renováveis (Fapepi), explica que o hidrogênio verde produzido no Piauí terá várias aplicações, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do estado e impulsionando a matriz energética com fontes renováveis.

Fonte: Agrimidia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *